FARRELL, Michael; VERONESE, Maria Adriana Veríssimo. Dislexia e outras dificuldades de aprendizagens especificas: guia do professor. Porto Alegre: Artmed, 2008.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

FARRELL, Michael; VERONESE, Maria Adriana Veríssimo. Dislexia e outras dificuldades de aprendizagens especificas: guia do professor. Porto Alegre: Artmed, 2008.

Mensagem por Admin em Qua Abr 03, 2013 12:57 am

FARRELL, Michael; VERONESE, Maria Adriana Veríssimo. Dislexia e outras dificuldades de aprendizagens especificas: guia do professor. Porto Alegre: Artmed, 2008.

Admin
Admin

Mensagens : 8
Data de inscrição : 03/04/2013

Ver perfil do usuário http://formacaodocentefest.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FARRELL, Michael; VERONESE, Maria Adriana Veríssimo. Dislexia e outras dificuldades de aprendizagens especificas: guia do professor. Porto Alegre: Artmed, 2008.

Mensagem por Poliana Dos s.Bandeira em Qua Abr 03, 2013 8:57 pm

PROJETO DIDÁTICO INTERDISCIPLNAR:
DIALOGANDO COM OS CONCEITOS ESTRUTURANTES NA FORMAÇÃO DOCENTE
ACADÊMICO/A: POLIANA DOS SANTOS BANDEIRA
III PERÍODO NOTURNO

REFERÊNCIAS: FARREL, Michael.Dislexia e outras dificuldades de aprendizagem especificas :guia do professor:tradução Maria Adriana Verissímo Veronese.- Porto Alegre:Artmed,2008.

O que é Dislexia?
E quando o aluno possui certa dificuldade em aprender a decodificar as palavras, costumam trocar letras, em fim é quando a criança desenvolve de forma incompleta ou com grande dificuldade o aprendizado da leitura ou da escrita. Mas essa dificuldade não impede que ele desenvolva outras habilidades. O aluno têm uma dificuldade acentuada e persistente em aprender a ler,escrever e soletrar,apesar de fazer progresso em outras áreas.

O que é Discalculia?
E uma dificuldade em compreender e aprender matemática. Essa dificuldade nada tem haver com má escolarização e sim ,com má formação neurológica que se manifesta com a dificuldade em aprender os números.Não consegue realizar cálculos algum,mesmo que seja simples como adição,inverter números,reverter números. É quando o aluno possui dificuldades em adquirir habilidades matemáticas.

O que é Dispraxia?
E quando o aluno possui disfunção motora neurológica e a mesma impede o cérebro de desempenhar movimentos corretamente, essa dificuldade impede que a criança planeje e organize seus movimentos,a criança até sabe como fazer as atividades mas tem dificuldade para organizar intencionalmente os movimentos para realiza-la. Os alunos são atingidos por um comprometimento ou imaturidade de organização do movimento e frequentemente parecem inábeis e desajeitados.

O que é uma dificuldade de aprendizagem especifica?
E quando o aluno possui uma desordem de aprendizagem, ou seja, o individuo possui dificuldades para aprender. O seu cérebro possui uma dificuldade em receber e processar informação. Dependo do caso poderá afetar a leitura, escrita,coordenação motora,aprendizagem com números. Refere-se ás dificuldades de aprendizagem especificas em uma seção sobre cognição e aprendizagem.

Dificuldades fonológicas
Pessoas com dificuldades fonológicas não conseguem distinguir que quando o som da fala é modificado é por que a palavra mudou o significado E quando a dificuldade de fala de uma criança é relativa á fonologia, existe dificuldade em relacionar sons da fala a mudanças de significado.

Disgrafia ?
È quando o aluno possui dificuldade para escrever, ela até sabe o que quer escrever mais o seu sistema motor. Há uma dificuldade na produção da escrita, mas não uma dificuldade de aprendizagem generalizada.

Sentido Vestibular
É o conjunto de órgãos do ouvido interno,ele é responsável por manter o corpo em equilíbrio .Ele mantêm o corpo em equilíbrio mesmo quando o ambiente se modifica.Se o sistema vestibular não funcionar a criança terá seus movimentos prejudicados ,sentirá náusea,terá dificuldades em atividades que tenham haver com organização. E o sistema que controla a nossa capacidade de manter o corpo equilibrado quando ele está em movimento e ajuda o corpo a permanecer estável quando não está movendo- se.

Intervenções relacionadas ás dificuldades fonológicas
A prática da compreensão oral,ajudará o aluno a entender os sons principais da palavra e assim perceberá quando a mesma mudar o significado O aluno pode ser ensinado a ter maior consciência dos sons e sequencias de sons que transmitem significados na fala e a utilizá-los na linguagem falada.

Desenvolvendo a consciência metacognitiva

O professor terá que juntamente com o aluno encontrar uma forma de aprendizagem que se enquadre na sua forma de aprender. Para assim pode adquirir uma consciência e poder aprender a pensar. O professor capacitara o aluno a aplicar princípios de aprendizagem efetiva que funcionem para ele,é necessário primeiro ajuda-lo a ter consciência do que é aprender e pensar.
Identificando e aproveitando forças É perceber que o aluno mesmo possuindo uma dificuldade de aprendizagem, ele com certeza terá uma forma de aprender que será mais fácil para ele entender o conteúdo é ai que o professor que terá trabalhar todos os conteúdos que ele terá que aprender, alguns terá facilidade em aprender com discussões, outros com leituras e etc. É levar em conta os estilos e as abordagens preferidas de aprendizagem.


Identificando e aproveitando forças
É perceber que o aluno mesmo possuindo uma dificuldade de aprendizagem, ele com certeza terá uma forma de aprender que será mais fácil para ele entender o conteúdo é ai que o professor que terá trabalhar todos os conteúdos que ele terá que aprender, alguns terá facilidade em aprender com discussões, outros com leituras e etc.É levar em conta os estilos e as abordagens preferidas de aprendizagem.


Última edição por Poliana Dos s.Bandeira em Dom Abr 07, 2013 8:27 pm, editado 1 vez(es)

Poliana Dos s.Bandeira

Mensagens : 4
Data de inscrição : 03/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

sandra de sousa lima

Mensagem por sandra de sousa lima em Sab Abr 06, 2013 4:52 pm


PROJETO DIDÁTICO INTERDISCIPLNAR:
DIALOGANDO COM OS CONCEITOS ESTRUTURANTES NA FORMAÇÃO DOCENTE
ACADÊMICO/A: SANDRA DE SOUSA LIMA
III PERÍODO PEDAGOGIA, NOTURNO

QUADRO DE CONCEITOS DO FÓRUM VIRTUAL
REFERÊNCIAS: FARRELL, Michael. Veronese, Maria Adriana Veríssimo. Dislexia e outras dificuldades de aprendizagem específicas. Guia do professor. Porto Alegre. Artmed 2008.

CONCEITOS
O QUE EU APRENDI (ENTENDIMENTO DO ACADÊMICO)
GLOSSÁRIO (CONCEITO DO AUTOR CONSTANTE NO LIVRO)


DISLEXIA

- DIFICULDADE DE DESENVOLVIMENTO DA LEITURA E DA ORTOGRAFIA.
- A DISLEXIA É EVIDENTE QUANDO A LEITURA E/OU ORTOGRAFIA FLUENTE E EXATA DAS PALAVRAS DESENVOLVEM-SE DE MODO INCOMPLETO OU COM GRANDE DIFICULDADE.

DISPRAXIA

- DIFICULDADE ESPECIFICA DE FAZER OU AGIR QUE ESTÁ RELACIONADA AO TRANSTORNO DO DESENVOLVIMENTO DA COORDENAÇÃO.
- O TERMO DISPRAXIA É UMA PALAVRA GREGA QUE SIGNIFICA DIFICULDADE (dys) DE FAZER OU AGIR (praxia).

DISCALCULIA

- DIFICULDADE ESPECIFICA DE COMPREENDER E APRENDER MATEMÁTICA.
- É UMA CONDIÇÃO QUE AFETA A CAPACIDADE DE ADQUIRIR HABILIDADES MATEMÁTICAS.

DISGRAFIA

- DEFICIÊNCIA NA HABILIDADE PARA ESCREVER.
- DIFICULDADE PARA ESCREVER.

FONÉTICA

- ESTUDA OS SONS DA FALA.
- ESTUDO DOS SONS DA FALA.

PROSODIA

- ESTUDA A FORMA CORRETA DA TONICIDADE DAS PALAVRAS NA FALA.
- REFERENTE A ASPECTOS SUPRA-SEGMENTAIS DA FALA, COMO
VOLUME E ENTONAÇAO.



ANARITMETRIA

- DIFICULDADE DE RESOLVER OPERAÇÔES ARITMÉTICAS.

- ENVOLVE CONFUSÃO EM PROCEDIMENTOS ARITMÉTICOS, COMO, POR EXEMPLO, MISTURAR OPERAÇÕES ESCRITAS, COMO ADIÇÃO, SUBTRAÇÃO E MULTIPLICAÇÃO.

AGRAFIA

- DIFICULDADE PARA ESCREVER SÍMBOLOS MATMÁTICOS.
- REFERE-SE A DIFICULDADES PARA ESCREVER OS SÍMBOLOS E DÍGITOS NECESSÁRIOS PARA OS CÁLCULOS.

ALEXIA

- DIFICULDADE DE ENTENDER A LINGUAGEM MATEMÁTICA.
- REFERE-SE À CONFUSÃO DIANTE DA LINGUAGEM MATEMÁTICA E SUA RELAÇÃO
COM SÍMBOLOS (POR EXEMPLO, SUBTRAIR, RETIRAR, DEDUZIR, MENOS E “-“).


MIELINA

- REVESTIMENTO QUE PROTEGE ALGUNS TIPOS DE FIBRA NERVOSA.
- MATERIAL CONSTITUIDO POR GORDURA E PROTEÍNA QUE FORMA UM REVESTIMENTO PROTETOR EM ALGUNS TIPOS DE FIBRA NERVOSA.


sandra de sousa lima

Mensagens : 7
Data de inscrição : 06/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

FARREL, Michael. VERONESE, Maria Adriana Veríssimo. Dislexia e outras dificuldades de aprendizagem especificas: guia do professor. Porto Alegre: Artmed, 2008

Mensagem por Joelma de Sousa Martins em Dom Abr 07, 2013 2:34 pm

PROJETO DIDÁTICO INTERDISCIPLNAR:
DIALOGANDO COM OS CONCEITOS ESTRUTURANTES NA FORMAÇÃO DOCENTE
ACADÊMICO/A: JOELMA DE SOUSA MARTINS
III PERÍODO NOTURNO

QUADRO DE CONCEITOS DO FÓRUM VIRTUAL
REFERÊNCIAS: FARREL, Michael. VERONESE, Maria Adriana Veríssimo. Dislexia e outras dificuldades de aprendizagem especificas: guia do professor. Porto Alegre: Artmed, 2008


Conceitos básicos Após a leitura do livro “Dislexia e outras atividades de aprendizagem específicas”- Michael Farrel. O que aprendi: Glossário

[b]Dificuldade de aprendizagem específica
Qualquer dificuldade que a criança tenha para aprender ou uma deficiência levará a “dificuldade de aprendizagem”, que pode necessitar de uma ação educacional especial, constituindo, portanto, uma Necessidade Educacional Especial (NEE). Dislexia, dispraxia, discalculia, síndrome de Asperger, transtorno de déficit de atenção/hiperatividade (TDAH), disgrafia, déficit de atenção e percepção motora.

Dislexia:

Característica: É evidente quando a leitura e/ou ortografia fluente e exata das palavras desenvolvem-se de modo incompleto ou com grande dificuldade; As crianças com dislexia normalmente, mas nem sempre terão dificuldade para ler; frequentemente tem dificuldade na ortografia (mas pode não ter); pode ter dificuldade na escrita (mas pode não ter); portanto sempre parece ter algum problema com o processo da escrita. s.f. Dificuldade de ler e compreender as palavras.

Dislexia:

Intervenções: Existem varias tentativas intervir nesta dificuldade de aprendizagem: tentar motivar o aluno pelos seus próprios interesses.
Fazer com que o aluno tenha um grupo que ele possa se identificar.
É preciso que o aluno seja ativo na aprendizagem.
É necessário que o aluno experimente e explore para que ele mesmo possa descobrir o novo, isso facilita muito na aprendizagem Aprendizagem emocional; Aprendizagem social; Aprendizagem física. Aprendizagem reflexiva.

Dispraxia: A criança apresenta dificuldade de coordenação motora, tem dificuldade em responder e agir de modo apropriado quando recebe instruções faladas porque sua percepção é afetada desorganizando assim o pensamento, ou seja, a criança sabe realizar as atividades, mas tem dificuldade em organizar intencionalmente os movimentos para executá-las. As pessoas com dispraxia apresentam inteligência média, não há nenhum sinal neurológico clinicamente evidente. Perda parcial da faculdade de executar movimentos coordenados.

Fatores causais: As causas da dispraxia não são totalmente conhecidas. Se os neurônios do celebro não formam conexões adequadas, pode processar as informações de forma, mas lenta, afetando a capacidade da criança em integrar informações de diferentes sentidos.

Prevalência: . Não há concordância de quem poderia avaliar melhor, mas é preciso que haja flexibilidade na avaliação para que não haja diagnóstico precoce. Além dos pais, vários profissionais deveriam ser envolvidos, incluindo terapeutas ocupacionais, pediatras, psicólogos educacionais, professor, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, e o coordenador das necessidades educacionais especiais

Discalculia: É uma condição que afeta a capacidade de adquirir habilidades matemáticas. Os aprendizes com discalculia podem ter dificuldade para compreender conceitos numéricos simples, não possuem compreensão intuitiva de números e têm dificuldade para aprender fatos e procedimentos numéricos. É a dificuldade de compreender e aprender matemática.

Diferentes tipos de discalculia: Dificuldade de avaliação e organização visuoespacial.
Misturar operações escritas, como adição, subtração e multiplicação.
Confusão diante da linguagem matemática e sua relação com os símbolos.
Dificuldades para escrever os símbolos e dígitos necessários para os cálculos.
Deficiência na capacidade de manipular objetos concretos ou graficamente ilustrados. Espacial; Anaritmética Léxica; Gráfica; Practográfica;

Fatores causais: Os sistemas neurais contribuem para a aprendizagem matemática um deles é um sistema verbal, talvez seja o sistema verbal que sustenta a contagem e os cálculos. A síndrome alcoólica fetal tem sido associada a bebês que nascem com os lobos parietais subdesenvolvidos, isso causa dificuldade de cognição matemática e processos numéricos.

Prevalência
A dificuldade de discalculia pode está relacionada à dislexia ou à dispraxia e as intervenções devem ser planejadas neste contexto.

Base na atividade realizada comente sobre sua aprendizagem referente às dificuldades de aprendizagem específicas:

As dificuldades de aprendizagem é um assunto muito delicado, quando se tem numa criança na sala de aula com algumas dessas dificuldades, o primeiro diagnostico que dão é que é um mongolóide, e isso está errado, esse diagnostico dado de forma precoce é que está dificultando a aprendizagem de crianças que estão precisando verdadeiramente apenas um acompanhamento adequado a sua necessidade ou dificuldade de aprender. Para diagnosticar algumas das dificuldades, dispraxia, discalculia, dislexia, TDAH, e varias outras dificuldades é importante que essas crianças sejam estudadas, investigadas e analisadas por profissionais competentes que entendam sobre o assunto, para que as crianças não sejam diagnosticadas de forma errada dificultando ainda mais sua aprendizagem e sua convivência no meio social.









[table]

Joelma de Sousa Martins

Mensagens : 6
Data de inscrição : 07/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

FARRELL, Michael; VERONESE, Maria Adriana Veríssimo. Dislexia e outras dificuldades de aprendizagens especificas: guia do professor. Porto Alegre: Artmed, 2008.

Mensagem por Maria Simone em Dom Abr 07, 2013 11:23 pm


FACULDADE DE EDUCAÇÃO SANTA TEREZINHA -FEST
MARIA SIMONE SANTOS DIAS
III PERÍODO DE PEDAGOGIA

CONCEITOS BÁSICOS
“DISLEXIA e outras dificuldades de aprendizagem específicas – Michael Farrel O QUE APRENDI: GLOSSÁRIO.

DISLEXIA
São as dificuldades de aprendizagem específicas que apresentam nítidas inabilidades acentuadas como, ler, escrever e soletrar. Dificuldades persistente para aprender a ler, escrever e soletrar conforme afirma o código das Necessidades Educacionais Específicas.


DISPRAXIA Palavra de origem grega que tem como significado dificuldade (dys) de fazer ou agir (praxia). E é considerada como transtorno do desenvolvimento da coordenação(TDC), compromete de forma acentuada na coordenação motora e a incapacidade de planejar os movimento que pode ou não influenciar a articulação e a fala.
Dificuldade em planejar atos motores na sequência correta, dificuldade em responder e agir de modo apropriado quando recebe instrução falada.

DISCALCULIA
. É considerada uma dificuldade específica para compreender e aprender matemática, dificuldade para compreender conceitos numéricos simples, não possuem compreensão intuitiva de números e têm problemas para compreender fatos e procedimentos numéricos.
.É uma condição que afeta a capacidade de adquirir habilidades matemáticas.

DISGRAFIA Dificuldade na produção escrita, mas não é considerada uma dificuldade de aprendizagem generalizada. Relacionado ao déficit de atenção e percepção motora.

SÍNDROME DE ASPERGER Comprometimento na socialização e padrões restritos de comportamento, não é considerada uma dificuldade de aprendizagem específica. Uma ausência de atraso cognitivo.

FONOLOGIA Dificuldades na fala, ou seja, dificuldade na pronúncia e relacionar sons da fala. São aspectos da fala inter-relacionados, contraste significativo dos sons.

ESCRITA MANUAL
Dificuldades de segurar o lápis corretamente ou posicioná-lo ao desenhar as letras. .São dificuldades nos movimentos motores finos envolvidos no controle do lápis.

RASTREAMENTO Utilizamos quando lemos, conforme seguimos as palavras através da página ou quando passamos de um parágrafo para outro no texto.
É uma habilidade visual importante.

RECEPTORES PROTETORES Nos ajudam a desenvolver um sentido das extremidades do corpo, importante para os movimentos que exigem habilidade em escrever, organizar itens e julgar onde o corpo esta em relação ao ambiente. Sensitivos a ondas de ar que passam pelo sobre nosso corpo, indicam quando é apropriado prosseguir ou recuar.

INCLUSÃO Incentiva as escolas a reconsiderar sua estrutura, as metodologias de ensino, a formação de grupos de alunos e o uso do apoio a fim de responder às necessidades percebidas de todos os seus alunos. Incluir alunos com necessidades educativas educacionais (NEE), que já frequentam escolas comuns.

CONCLUSÃO

No âmbito educacional, é de suma relevância saber mais sobre as Necessidades Educacionais Específicas (NEE), pois é um código direcionado às dificuldades de aprendizagem específicas e suas associações às crianças que, apresentam alguma dificuldade na aprendizagem e desenvolvimento cognitivo. As escolas devem se preparar para receber essas crianças que apresentam as dificuldades de letramento, escrita, leitura e ortografia, conhecida por dislexia, e as que têm dificuldade de desenvolver a coordenação motora, dispraxia, também, a discalculia que é a dificuldade de compreender e aprender matemática.
Identificada essas NEEs, a escola tem que viabilizar recursos didáticos, ou seja, programas específicos para ajudar na evolução da aprendizagem do aluno, que apresenta essas dificuldades. Dessa forma, os professores desempenham-se para trabalhar a auto-estima desse aluno de acordo com suas necessidades, e desenvolver uma pedagogia eficiente, ampliando esse espaço das dificuldades de aprendizagem específicas. Assim, essas crianças que apresentam NEEs, devem ser incluídas na escola , onde aprenderão a se socializar e desenvolver o cognitivo.

Maria Simone

Mensagens : 6
Data de inscrição : 05/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FARRELL, Michael; VERONESE, Maria Adriana Veríssimo. Dislexia e outras dificuldades de aprendizagens especificas: guia do professor. Porto Alegre: Artmed, 2008.

Mensagem por ariadina da silva brandao em Sex Abr 19, 2013 11:08 pm

É necessário que o professor possa diagnosticar a dificuldade do aluno, para que esse aluno possa ter um acompanhamento com um profissional específico da área ,um psicopedagogo para que seja resolvida. Pois é uma dificuldade que o mesmo pode levar ao longo da sua jornada de estudo.

ariadina da silva brandao

Mensagens : 6
Data de inscrição : 05/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FARRELL, Michael; VERONESE, Maria Adriana Veríssimo. Dislexia e outras dificuldades de aprendizagens especificas: guia do professor. Porto Alegre: Artmed, 2008.

Mensagem por Ticiana de Oliveira Melo em Dom Abr 21, 2013 1:50 am

Todas essas dificuldades de aprendizagem deve ser vista e acompanhada por um profissional. Se o professor observar que existe em sua sala, algum aluno com alguma das caracteristicas citadas assima, cabe ao professor encaminha a criança ao profissional e não cabe a ele diagnosticar sem um conhecimento mas profundo sobre o assunto, pois ao tentar ajuda - lo estar retardando ainda mais o resultado daquela dificuldade.

Ticiana de Oliveira Melo

Mensagens : 6
Data de inscrição : 05/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FARRELL, Michael; VERONESE, Maria Adriana Veríssimo. Dislexia e outras dificuldades de aprendizagens especificas: guia do professor. Porto Alegre: Artmed, 2008.

Mensagem por williany em Dom Abr 21, 2013 4:52 pm

As pessoas com dispraxia apresentam inteligência média, não há nenhum sinal neurológico clinicamente evidente. As causas da dispraxia não são totalmente conhecidas. Se os neurônios do celebro não formam conexões adequadas, pode processar as informações de forma, mas lenta, também tem dificuldade em planejar atos motores na sequência correta e etc.
COMENTÁRIO DE WILLIANY LILIAN

williany

Mensagens : 7
Data de inscrição : 19/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FARRELL, Michael; VERONESE, Maria Adriana Veríssimo. Dislexia e outras dificuldades de aprendizagens especificas: guia do professor. Porto Alegre: Artmed, 2008.

Mensagem por Mayra Oliveira Silva em Dom Abr 21, 2013 7:54 pm

As dificuldades de aprendizagem quando descoberta a tempo e tratada pelos profissionais adequado, podem ser reparadas. Mas cabe ao professor ao verificar que tem um aluno que apresenta alguma dificuldade, alerta aos pais e orienta-lós a levar a criança aos profissionais adequado.[justify]

Mayra Oliveira Silva

Mensagens : 6
Data de inscrição : 06/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FARRELL, Michael; VERONESE, Maria Adriana Veríssimo. Dislexia e outras dificuldades de aprendizagens especificas: guia do professor. Porto Alegre: Artmed, 2008.

Mensagem por taynara karuany rego em Seg Abr 22, 2013 10:14 pm

Farrell nos mostra todas as dificuldades da aprendizagens e como o professor deve se posionar perante tais dificuldades ,de forma a fornecer o tratamento adequado para esses alunos para que a aprendizagem aconteca.

taynara karuany rego

Mensagens : 8
Data de inscrição : 05/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FARRELL, Michael; VERONESE, Maria Adriana Veríssimo. Dislexia e outras dificuldades de aprendizagens especificas: guia do professor. Porto Alegre: Artmed, 2008.

Mensagem por GHEYSA DA SILVA CRUZ em Seg Abr 22, 2013 10:35 pm

Farrel aborda algumas as dificuldades que um aluno pode ter durante seu proceso escolar e que uma delas é a dislexia. E mostra também como o educador deve se comportar diante dessas dificuldades e juntamente com a escola e a família procurar um tratamento adequado para que a criança não seja prejudicada e nem desista dos estudos.

GHEYSA DA SILVA CRUZ

Mensagens : 7
Data de inscrição : 04/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FARRELL, Michael; VERONESE, Maria Adriana Veríssimo. Dislexia e outras dificuldades de aprendizagens especificas: guia do professor. Porto Alegre: Artmed, 2008.

Mensagem por Mônica Ribeiro em Ter Abr 23, 2013 12:53 am

farrel ele aborda as dificuldades que os aprediz ter , e mostra ao educador como ele deve trata essas dificuldades com o apoio da família e da escola .

Mônica Ribeiro

Mensagens : 5
Data de inscrição : 05/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

por suzane negreiros

Mensagem por suzane negreiros em Ter Abr 23, 2013 1:41 am

farrel ele aborda as dificuldades que o aprendiz ter é mostra ao educador como ele deve trata essas dificuldades com o apoio da família e da escola .

suzane negreiros

Mensagens : 4
Data de inscrição : 05/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FARRELL, Michael; VERONESE, Maria Adriana Veríssimo. Dislexia e outras dificuldades de aprendizagens especificas: guia do professor. Porto Alegre: Artmed, 2008.

Mensagem por ADRIANA DOS SANTOS ARAÚJO em Dom Abr 28, 2013 8:01 pm

O livro dislexia e outras dificuldades de aprendizagem no caso seria um guia para ajudar o professor em sala de aula a diagnosticar, aconselhar e tomar providências com a criança que tem dificuldade de aprender em sala de aula.

ADRIANA DOS SANTOS ARAÚJO

Mensagens : 7
Data de inscrição : 05/04/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: FARRELL, Michael; VERONESE, Maria Adriana Veríssimo. Dislexia e outras dificuldades de aprendizagens especificas: guia do professor. Porto Alegre: Artmed, 2008.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum